Pousadas místicas em Aiuruoca

pousadas místicas em aiuruoca

Procurando por pousadas em Aiuruoca com muito contato com a natureza, para se reconectar consigo mesmo? Está afim de praticar yoga num lugar especial, meditar, se desconectar da correria do dia-a-dia. Temos a lista certa pra você!

Vamos às indicações:

1) Eu sou apaixonada com a Canto do papagaio, tem uma pegada mística, um espaço pra meditação, cachoeiras próximas e um Bistrô de comida vegetariana delícia. Fica perto do pocinho, então é bem próximo da cidade, mas ao mesmo tempo tem um outro astral, a recepção lá é 💚. (https://instagram.com/cantodopapagaio?igshid=wp6zpefyyjal)

2) A tia Iraci, no Vale do Matutu, tem chalés pra hospedagem tbm, e tem uma oca pra meditação, ioga. Super recomendo tbm, é um ambiente mais família e a comida é essencialmente mineira. Bom pra comer um frango caipira e tomar uma caipirinha de capim santo. ( https://instagram.com/tiairaci?igshid=glg9rrxre2yj)

3) A Patrimônio do Matutu é linda tbm, ozinha vegetariana, e ah, pra chegar tem que se caminhar um tempo, mas que vale a pena! (https://f-utilidades.com/2015/12/08/meditacao-no-vale-do-matutu/) Eles recebem retiros de yoga, Vipassana, Mindfullness, Vision Quest e práticas afins já há 15 anos.

4) No bairro da Pedra, também tem a pousada Oásis do caminho, tem espaço pra yoga, meditação e um templo dedicado ao arcanjo Miguel. A dona de lá é uma médica muito boa que faz um trabalho bonito na região. (https://instagram.com/oasisdocaminhooficial?igshid=1agiwg0x1irqr)

5) A Pousada do Matutu que é a do Cândido Machado, não sei se já teve a oportunidade de conhecê-lo e ver os trabalhos dele em vitrais, são maravilhosos. (https://pousadamatutu.wordpress.com/)

6) Pousada “Mandala das águas” que só de olhar o site deles dá vontade de ir, imagina estar por lá. Também com muito contato com a natureza e acomodações 💚 (http://spip.mandaladasaguas.com.br/)

7) O Hostel AquaMontis também tem espaço para meditação e yoga e os anfitriões 💚 (https://www.airbnb.com.br/rooms/22724300?source_impression_id=p3_1576159909_0eVi9sJQOJMDH96l)

8)E por último, mas não menos importante,  a Pousada Alquimia que está a 7 km do centro de Aiuruoca e relativamente próximo ao Vale dos Garcias, muito procurado pelas suas cachoeiras e poços, além de ponto de partida para subir o Pico do Papagaio. (https://7cantosdomundo.com.br/pousada-alquimia-o-charme-de-aiuruoca-mg/)

O Segredos sempre está disposto a responder as suas dúvidas e te indicar opções adequadas a sua necessidade: converse conosco!

Minha cidade Aiuruoca

Um texto de Lourdes Maciel

Minha cidade não tem muitas palmeiras, mas tem muitos sabiás, canarinhos, rolinhas, e o maior engenheiro do mundo – o João de barro.
Não tem o Pão de Açúcar, mas tem o Pico do Papagaio que do ápice de seus 2100 m de altitude, contempla a Cidade Presépio banhada pelo rio que tem a nascente mais alta do Brasil.
Não tem praia, mas tem o Pocinho do Badoglio, uma piscina natural de águas correntes, que nascem na Serra do Papagaio e caem formando um agradável balneário, circundado por uma bela paisagem.
Local aprazível capaz de agradar qualquer visitante, principalmente aqueles que buscam paz e colírio para os olhos.
Não tem cataratas como as de Foz de Iguaçu, mas tem encantadoras cachoeiras como a dos Garcias e a do Deus-me Livre, e mais outras tantas que são capazes de extasiar qualquer pessoa que tiver a felicidade de contemplá-las
Não tem um Santuário como o de Aparecida, mas tem a Igreja Matriz na Praça Monsenhor Nagel, símbolo de fé e orgulho de um povo que sabe preservar páginas da História que já foram escritas, mas precisam continuar legíveis para os que estão chegando.
Não tem Faculdade, mas tem Escolas que contam com grandes e competentes professores do gabarito de uma Dona Araci Maciel, que segundo colegas, ´”é capaz de tirar leite de pedra” quando se trata de alfabetizar crianças, que apresentam uma certa dificuldade de se iniciarem no caminho da leitura, mas ela, com sua técnica toda especial, consegue fazer com que essas crianças se apaixonem não só pela leitura, mas pela busca do conhecimento
Não tem Escolas de Samba, mas tem ”um senhor” Carnaval que ocorre uma semana antes do Oficial. É o mais antigo carnaval antecipado do País. É animadíssimo e atrai foliões não só dos municípios vizinhos como de outros bem mais distantes
Não tem peixarias, mas tem queijeiras diversas onde se fabricam queijos como o parmesão, o mineiro entre outros com potencial para competirem com os melhores queijos do mundo.
Enfim, minha cidade AIURUOCA, não é apenas um pontinho no mapa de Minas Gerais e do Brasil, mas é a pequena grande cidade com seu clima maravilhoso, sua água fantástica e sua geografia inigualável que encanta e extasia qualquer um que gosta de belezas naturais, sem retoques de mãos humanas.

71786404_2391505434442332_2873449467393081344_n
Aiuruoca – Minas Gerais – Foto de Luis Felipe Soares

O poeta de Aiuruoca

Você já leu Dantas Motta?”
“Carece.”

A pergunta e a resposta são de Mário de Andrade, em diálogo com o crítico Sérgio Milliet, que à época ainda não havia lido nada de José Franklin Massena de Dantas Motta, o ‘poeta de Aiuruoca’. Depois da leitura, Milliet concordou: “Dantas Motta não hesitou em descer ao abismo mais pobre e mais perigoso, e o que de lá nos trouxe é de espantar, é de assustar. Mário de Andrade tinha razão: carece ler”.

Nascido no então distrito de Carvalhos em 1913 e falecido em fevereiro de 1974, o poeta foi reverenciado por escritores e críticos, mas jamais se tornou um poeta de grande número de leitores, seja pelo seu estilo único, nem sempre de fácil assimilação, seja pela sua opção de permanecer na querida Aiuruoca e longe dos grandes centros literários. Advogou em todo o Sul de Minas e tornou-se ali um dos mais conhecidos e temidos
advogados de júri, pelo estilo irônico e contundente de suas intervenções. Atuava na política local e chegou a disputar, sem sucesso, uma cadeira de deputado.
Alguns dias após a morte de Dantas Motta, Carlos Drummond de Andrade escreveu sobre ele:

“De caligrafia difícil, de coração fácil. De queijos oferecidos, de sonhos parlamentares frustrados, mas de que parlamento precisava, se em Poesia falava tudo, intemporal e direto, ao ritmo vagaroso das boiadas, do mugido a soar como lamento, lamento a vibrar como reprovação? Das grandes cidades queria só os amigos, que no mais o município lhe
bastava, entre 15 mil livros e cartas.”

É também de Drummond a frase:

“Se tivéssemos que escolher um poeta para representar cada estado, o de Minas seria Dantas Motta”.

Suas obras mais importantes são Planície dos Mortos (1945), Elegias do País das Gerais (1946), Anjo de Capote (1953), Epístola de São Francisco (1955) e Primeira Epístola de Jm. Jzé. da Sva. Xer., o Tiradentes, aos ladrões ricos (1967), que causou muita polêmica à época, pelo estilo adotado e por associações feitas de seu conteúdo ao momento político então vivido pelo país, em plena ditadura militar. Em 1988, sua obra poética foi reeditada
pela Editora José Olympio (Coleção Resgate, nº 6), em um único volume, sob o título Elegias do País das Gerais – Poesia Completa.

Nesta edição, reproduzimos seu poema Noturno de Belo Horizonte (Tem aqui no blog, só clicar!)e um texto inédito, cedido a MagisCultura por um de seus filhos, Lourenço Dantas Mota, editorialista do jornal O Estado de S. Paulo. O texto, redigido em português arcaico, foi incluído por Dantas Motta como preâmbulo à defesa que apresentou em uma “Ação de Manutenção de Posse”, em 1943, em resposta ao advogado da parte contrária, que era também o autor da ação e o acusara de “ser pouco versado na portugueza língua e falto de ética proffissional”. Incluímos também a parte final da exposição, em que ele solicita a aplicação de sanções ao seu adversário, pela prática de ‘chantage’ forense.

Texto de Manoel Marcos Guimarães (Jornalista) na Revista de cultura e arte dos magistrados mineiros, de setembro de 2010

 

Quer ler textos de Dantas Motta, nosso poeta-mor? Só clicar nesse link: Textos de Dantas Motta

Amor Animal Grupo de protetores dos animais de Aiuruoca

64962798_187036562288745_8035563062658334720_n

Grupo de proteção animal de Aiuruoca nasceu em 2015 pela iniciativa de 5 pessoas, com a saída e entrada de muitas pessoas, hoje contam com o apoio de 19 pessoas.

Priorizam castrações e alimentação de animais abandonados e não tem nenhuma ajuda financeira seja por doações ou governamental, não são ainda uma organização oficial, mas sim um grupo de pessoas que querem fazer a sua parte e que sabem que de pouquinho em pouquinho o mundo vai mudando pra melhor.

A prefeitura da cidade disponibiliza 5 castrações mensais  todo mês, para as quais são priorizadas as fêmeas de rua e depois os machos e por seguinte as fêmeas de pessoas que não tem condições (Tanto gatos quanto cachorros são castrados)

Você pode ajudá-los de diversas formas:

Todos os meses organizam um bazar que os ajuda com as despesas e estão sempre abertos a receber roupas , assim como rações para os animais de rua e medicamentos como vacinas e remédios ou até mesmo quem tiver interesse em ajudar com uma castração mensal pode entrar em contato diretamente com o veterinário Yuri Braga aqui da cidade, que sempre está disposto a ajudar no momento de precisão e urgência.

Você pode obter mais informações pelo facebook: Protetores dos animais de Aiuruoca

Centro Cultural Canto do Papagaio

CENTRO-CULTURAL

O Centro Cultural é um espaço criado para as mais diversas atividades, com vista panorâmica das montanhas altas das terras da Mantiqueira e a Cachoeira do Tombo, que engrandece o centro com seu som e energia.

Um espaço para reflexão, aulas de yoga, meditação, exposições e muito mais.

Um centro complementar com toda a filosofia da Pousada Canto do Papagaio.

 

Mais informações pelo site: https://cantodopapagaio.com.br/centro-cultural/

Pousadas Pet friendly em Aiuruoca

pet-friendly-logo

Pousada do Waldir
Endereço: Rua Felipe Senador, 408
Bairro: Centro(Perto do hospital)
Telefone: (35) 3344-1939 | 99831-9356 (Vivo)
E-mail: waldirsff@yahoo.com.br

Pousada Oásis do Caminho (@oasisdocaminhooficial)
Endereço: Estrada Aiuruoca/Matutu – Km 11
Bairro: Pedra do Papagaio
Telefone: (35) 99857-7199
E-mail: contato@oasisdocaminhopousada.com.br
Site:
* Dispõe de piscina

Aiuruoca Friend’s Hostel
Endereço: Rua Franklin de Massena
Bairro: Alto do Rosário, Centro
Telefone: (11) 96419-2252

Fazenda São Pedro* (@fazendasaopedroaiuruoca)
Endereço: Estrada Antiga Cruzília Aiuruoca – Km 10, S/N
Bairro: São Pedro
Telefone: (35) 99720-3863
E-mail: info@fazendasaopedro.com.br
Site: Fazenda São Pedro
*Dispõe de piscina

Pousada Pico do Papagaio (@pousadapicodopapagaio)
Endereço: Estrada Aiuruoca – BR 267 – Km 3
Bairro: Raia
Telefone: (35) 99827-1244
E-mail: contato@pousadapicodopapagaio.com.br
Site: http://www.pousadapicodopapagaio.com.br
*Dispõe de piscina

Pousada Recanto do Ypê (@chale.recantodoype)
Endereço: ZONA RURAL CANGALHA, Aiuruoca, CEP 37450-000, Brasil
Bairro: Cangalha
Telefone: (35) 99818-7019
Site: Booking

Camping do Miguel Raia (@pousadadomiiguel)
Endereço: Rua N, 106
Bairro: Raia
Telefone: (35)3344-1895/ (35) 98866-9956 (Aryel)/ (35)98411-9703 (Miguel)

Pousada Flor de Lis (@flordelis.aiuruoca)
Endereço: Estrada Aiuruoca Alagoa, km 14
Bairro: Cangalha
Telefone: (11)98528-1965

Brigada voluntária

O fogo criminoso começou no vale dos Garcias sábado, 21 de setembro de 2019 a noite por volta das 22:00, nas proximidades do poço Joaquim Bernardo, subindo as encostas e alcançando rapidamente os campos de altitude, dentro da Unidade Conservação do Parque Estadual da Serra do Papagaio (UC do PESP), área que também faz parte da APA (Área de proteção ambiental) da Mantiqueira, cabeceira sagrada das nascentes que formam o ribeirão do Papagaio, onde se localiza as cachoeiras do Garcias, Prainha, Esperança, Tizil, poço Joaquim Bernardo, Canion da lua, da Usina, Divino, Deus me livre , pocinho.

O combate foi realizado por homens e mulheres da brigada voluntária do Garcias com apoio da APA e PESP, equipe aérea da Corpaer e brigada Matutu dentro da UC.

Tiveram sucesso no combate direto, matando o fogo na cabeça que seguia em direção ao retiro dos Pedros e um flanco em direção a mata do fogão. Além do combate por toda a encosta que é de difícil acesso e com grandes riscos aos combatentes.

Combateram incessantemente até ontem, e hoje tivemos a graça da chuva que finalizou todos os focos.

Pedimos a consciência do ser humano, já que perdas como essas são para humanidade e afeta a todos.

A maioria dos focos infelizmente são CRIMINOSOS! Consequência de ações humanas! Há de se ter respeito a Natureza e pela vida de todos que estão a sua volta, sejam eles plantas, animais ou pessoas! 

Nossa eterna gratidão a toda força, coragem e trabalho a brigada VOLUNTÁRIA! Gratidão!

Informações de Jenipher Sene